Domingo, 8 de Novembro de 2009

OS ELEMENTOS DA CABALA EM DEZ LIÇÕES



OS ELEMENTOS DA CABALA EM DEZ LIÇÕES
Cartas de Eliphas Levi
Primeira Lição
Prolegômenos Gerais
Senhor e Irmão:
Posso conferir-vos este título posto que buscais a verdade na sinceridade de vosso coração e
que para a encontrar não tem medido sacrifícios.
A verdade, sendo a essência do que é, não é difícil de encontrar: ela está em nós e nós
estamos nela. Ela é como a luz e os cegos não a vêem.
O Ser é. Isto é incontestável e absoluto. A idéia exata do Ser é a verdade, seu conhecimento
é a ciência; sua expressão ideal é a razão; sua atividade é a criação e a justiça.
O senhor disse que quer ter fé. Para isto basta saber e amar a verdade. Pois a verdadeira fé é
a adesão inabalável do espírito às deduções necessárias da ciência no infinito conjetural.
As ciências ocultas são as únicas que dão a certeza, porque elas tomam por base as
realidades e não os sonhos. Distinguem em cada símbolo religioso a verdade da mentira. A
verdade é a mesma em toda parte e a mentira (a "roupagem" da verdade) varia segundo os
lugares, as épocas e as pessoas.
Estas ciências são em número de três: a Cabala, a Magia e o Hermetismo.
A Cabala, ou ciência tradicional dos Hebreus poderia ser chamada de matemática do
pensamento humano. É a álgebra da fé. Resolve, com suas equações todos os problemas da
alma como se fossem equações, isolando as incógnitas. Dá às idéias a nitidez e a rigorosa
exatidão dos números; seus resultados são, para a mente, a infalibilidade (sempre relativa
na esfera dos conhecimentos humanos) e a paz profunda para o coração.
A Magia, ou ciência dos magos teve como representantes na antiguidade os discípulos e
talvez os mestres de Zoroastro. É o conhecimento das leis secretas e particulares da
Natureza que produzem as forças ocultas, os ímãs, quer naturais ou artificiais, que podem
existir mesmo fora do mundo dos metais. Em uma palavra, para empregar uma expressão
moderna, é a ciência do magnetismo universal.
O Hermetismo é a ciência da natureza oculta nos hieróglifos e símbolos do mundo antigo. É
a procura do princípio da vida pelo sonho (para aqueles que ainda não chegaram) da
realização da grande obra, a reprodução pelo homem do fogo natural e divino que cria e
regenera os seres.
Eis aí, senhor, as coisas que desejais estudar: seu círculo é imenso, porém seus princípios
são muito simples e estão contidos nos números e nas letras do alfabeto. "É um trabalho de
Hércules, que parece uma brincadeira de crianças", dizem os mestres da ciência sagrada.
As disposições necessárias ao êxito neste estudo compreendem uma grande retidão de
julgamento e uma grande independência da mente. É preciso se desfazer de todos os
preconceitos e idéias preconcebidas. É por isso que Cristo dizia: "Se não tiverdes a
simplicidade de uma criança, não entrareis em Malkuth, isto é, no reino da ciência".
Começaremos pela Cabala, cuja divisão é: Bereschit, Mercavah, Gematria e Temurah.
Vosso na sagrada ciência.

Segunda Lição

A Cabala Objeto e Método
Senhor e Irmão:
A proposição que deveis fazer-vos ao estudar a Cabala é chegar à paz profunda, através da
tranqüilidade do espírito e paz do coração.
A tranqüilidade do espírito é uma conseqüência da certeza; a paz do coração vem da
paciência e da fé.
Sem a fé, a ciência conduz à dúvida; sem a ciência, a fé conduz à superstição. As duas
unidas produzem a certeza e, para uni-las é necessário jamais confundi-las. O objeto da fé é
a hipótese e chega a converter-se em certeza quando a hipótese exige a evidência ou as
demonstrações da ciência.
A ciência é comprovada com fatos. As leis são inferidas da repetição dos fatos. A
generalidade dos fatos em presença de tal ou qual força demonstra a existência das leis. As
leis inteligentes são necessariamente desejadas e dirigidas pela inteligência. A unidade das
leis faz supor a unidade da inteligência legisladora. A esta inteligência, que estamos
obrigados a supor segundo as obras manifestas, mas que não é possível definir, é que
chamamos Deus!
A minha carta chegou a vossas mãos; eis aqui um fato evidente; a minha escrita foi
reconhecida, bem como meu pensamento, e deduzistes disso que fui eu quem vos escreveu.
É uma hipótese razoável, porém a hipótese necessária é a de que alguém escreveu a carta.
Poderia ser apócrifa, porém não tendes razão para supô-lo. Se pretendêsseis que a carta
tivesse caído do céu, estaríeis beirando o absurdo, estabelecendo uma hipótese absurda.
Eis, portanto, segundo o método cabalístico, como se forma a certeza:
Evidência
Demonstração científica
Hipótese necessária
Certeza
Hipótese razoável Probabilidade
Hipótese duvidosa Dúvida
Hipótese absurda Erro
Seguindo este método, o espírito adquire uma verdadeira infalibilidade, posto que afirma o
que sabe, crê naquilo que necessariamente deve supor, admite as suposições razoáveis,
examina as suposições duvidosas e afasta as suposições absurdas.
Toda a Cabala está contida no que os mestres chamaram as trinta e duas vias e as cinqüenta
portas. As trinta e duas vias são trinta e duas idéias absolutas e reais ligadas aos signos dos
dez números da aritmética e às vinte e duas letras do alfabeto hebraico.
Eis aqui estas idéias:
Números (Sephiroth):
1. - Potência suprema (Kether)
2. - Sabedoria absoluta (Hochmah)
3. - Inteligência infinita (Binah)
4. - Bondade (Chesed)
5. - Justiça ou rigor (Gueburah)
6. - Beleza (Tiphereth)
7. - Vitória (Netzah)
8. - Eternidade (Hod)
9. - Fecundidade (Yesod)
10 - Realidade. (Malkuth)

Letras:

Letras do Alfabeto Hebraico Cartas do Tarô
1- Aleph - Pai 1- O Mago
2- Beth - Mãe 2- A Papisa
3- Ghimel - Natureza 3- A Imperatriz
4- Daleth - Autoridade 4- O Imperador
5- He - Religião 5- O Sacerdote
6- Vau - Liberdade 6- O Enamorado
7- Zain - Propriedade 7- A Carruagem
8- Cheth - Repartição 8- A Justiça
9- Theth - Prudência 9- O Eremita
10- Iod - Ordem 10- Roda da Fortuna
11- Caph - Força 11- A Força
12- Lamed - Sacrifício 12- A Enforcado
13- Mem - Morte 13- A Morte
14- Num - Reversibilidade 14- A Temperança
15- Samech - Ser universal 15- O Diabo
16- Hain - Equilíbrio 16- A Torre
17- Phé - Imortalidade 17- A Estrela

Axé a todos
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
publicado por espadadeogum às 16:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Filhos de Ogum em 2015

. Oração para Ogum regente ...

. Simpatias para o ano novo...

. Tatuagem de caveira

. Previsões para 2015 Orixá...

. Tata Caveira

. Pai Nosso em Aramaico

. Água e a espiritualidade ...

. Oya Tempo

. Linha do Oriente na Umban...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds