Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

A morada


A morada

A defumação acabou, recolheram o incensório, já não tem mais ervas para queimar.
No atabaque o som era de tristeza, baixo e sem ritmo não se ouvia quase nada.
No canto ainda uma vela quase apagada, sua chama miúda e sem calor, juntava-se aos restos de cera de outras que outrora iluminavam o terreiro.
Canções se cessaram, a melodia deu lugar ao silencio profundo.
Fecharam-se as cortinas do Conga, já não se via mais nosso Pai Oxalá
As cadeiras começaram a ficar vazias, a assistência começou a deixar a casa.
Os médiuns sentados no chão, já não tinham quem consultar.
Lá fora uma chuva fina será que eram os Orixás a chorar?
Era o ultimo rito daquela casa que acabou de encerrar.
Uma pergunta sem resposta, não sabemos agora por onde vamos caminhar.
De repente um brado rompeu o silencio, o Caboclo Ventania acabara de chegar.
Saldou os poucos presentes, firmou a ultima vela verde que sobrara, acendeu seu charuto, colocou seu cocar e a todos os presentes começou a falar.
Estas imagens simbolizam muito mais como símbolo de suas dedicações, a força maior desta casa são todos vocês, os locais e as imagens têm seus valores, mas de nada seriam sem a riqueza do amor que vocês guardam dentro de si.
Este lugar pode acabar, podem fechar esta casa, como fecharam outras pelo mundo afora, mas a Umbanda jamais acabará.
O reino de Aruanda esteve sempre onde nasceu, os caboclos de lá nunca iram abandonar seus queridos médiuns.
As casas e paredes que vocês construíram e cultuam, na realidade não cabemos todos nós, somos do mato e da selva, da cachoeira e das campinas e também da imensidão do universo, esta sim é a grande casa de nosso Pai Oxalá.
Somos filhos do vento e do trovão, governamos as águas e as pedras, da terra retiramos a fonte de energia, em todos os momentos estamos em todos os lugares, e também quantas vezes forem preciso.
Vou falar para vocês onde descansamos depois da fadiga de muito trabalho, existe sim mais uma morada para todos nós, sabe onde ela onde é realmente ela fica?
Nossa principal morada é em vossos corações, não temas ela é a maior de todas outras, Dentro do seu coração acompanhamos você a todo o momento, dentro dele participamos de suas emoções, podemos sentir dentro dele o amor colocado em suas orações, dentro do seu coração sempre será nossa morada, não tem lugar melhor para nós e acredite seu coração abriga até o mais humilde de todos nós, nosso Pai Oxalá.

Autor Emidio de Ogum
publicado por espadadeogum às 19:41
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Filhos de Ogum em 2015

. Oração para Ogum regente ...

. Simpatias para o ano novo...

. Tatuagem de caveira

. Previsões para 2015 Orixá...

. Tata Caveira

. Pai Nosso em Aramaico

. Água e a espiritualidade ...

. Oya Tempo

. Linha do Oriente na Umban...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds