Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

Mantras de Umbanda Templo Luz do Oriente


MANTRAS

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bem irmãos estamos completando hoje dois anos de blog. Então o agradecimento é para vocês que fazem o blog todo dia, pois com é vocês leitores que fazem cada vez mais eu buscar conhecimentos mais e mais profundos, meu agradecimento especial é para as entidades que tanto me ajudam, tanto com psicofonia e psicografia, fazendo assim um melhor conteúdo pro blog especialmente Pai João, meu querido mentor e protetor e mais todas entidas lembradas no final da página.
O assunto que escolhi hoje é bem esotérico, ligado a Umbanda, uma grande ferramenta a ser usada para um alinhamento aúrico.
A língua sânscrita, ou simplesmente sânscrito, (संस्कृत; em devanāgarī, pronuncia-se saṃskṛta) é uma língua da Índia, com uso litúrgico no Hinduísmo, Budismo, Jainismo. O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia.

Com relação à sua origem, a língua sânscrita é uma das línguas indo-européias, pertencendo, portanto, ao mesmo tronco lingüístico de grande parte dos idiomas falados na Europa.
O sânscrito foi registrado ao longo de sua história sob diversas escritas, visto que cada região da Índia possui uma escrita e uma tradição cultural particularmente diferenciada.

Dei esta explicação do Sanscrito para que vocês entendam irmãos que o ensinamento de hoje tem origem e fundamento, e não é simplesmente um enfeite, uma das formas de se alcançar a plenitude espiritual é a meditação que os hindus são mestres, e em toda meditação o mantra está  presente que é a magia do verbo.

A Magia do Verbo se refere ao som que poderá ser realizado através de instrumentos, canções, pontos cantados ou mesmo de Mantra. Cada letra está associada a uma força cósmica... a um Orixá, que irá acionar os seus elementos afins.

A partir da utilização do alfabeto abaixo, que está vinculado à Grafia dos Orixás, pode-se preparar Mantram para diversas finalidades. Entretanto, para o que se propõe o aqui descrito, demonstram-se os Mantram básico relativos às Vibrações Originais.
O Mantra deverá ser entoado sem gritos, e na fase de expiração. Então, inspire fundo e num só ritmo, entoe o Mantra ao expelir o ar pela boca;
Recomenda-se que os Mantram sejam sempre entoados na freqüência ímpar.
Os Orixás são manifestações energéticas e da natureza e o mantra serve para ligar e manifestar estas energias sobre nossa aura:

Os Mantras e os Orixás
Oxalá - Samani -Samani quer dizer Deus em um dos dialetos do Sanscrito esta palavra desperta em nossa aura os sentimentos mais puros, como o da Paz, Benevolência, Pureza, vibrando no chacra em nossa moleira, é a energia de Oxalá o senhor do branco sobre nossa aura. (Pronuncia-se: Sâmaní)

Iemanjá - Oya - Oya nesse caso não deve ser confundiada com Iansã, pois em linguás antigas e até mesmo no yorubá, Oya quer dizer "Grande Mãe", isto é, na entoação deste mantra a energia vital da linha de Iemanjá penetra em nossa aura, trazendo o amor, companheirismo e força mental, vibrando no chacra do "terceiro olho"este mantra também serve para Iansã, Oxum e Nanã. (Pronuncia-se: Oiiá)

Ibeji - Yori - Yori numa tradução literal é "Princípio" isto é aquli que nasce, o que começa, este mantra trás consigo a força dos Ibejis ou Cosme e Damião, vibrando no chacra laríngeo, a Inocência, Felicidade e Pureza a nossa aura. (Pronuncia-se: Iôri)

Oxossí - Valaga - Valaga em sua tradução é "O Buscador", Oxossí é este Orixá aquele caçador que busca o que precisa, sua vibração está no chacra cardiáco, pois o Caboclo ronca no peito com sua energia, depositando em nossa aura a Jovialidade, Sabedoria e Perspicácia. (Pronuncia-se: Válagá)

Ogum - Eamaca - Eamaca no sanscrito quer dizer "Guerreiro", Ogum o Orixá Guerreiro é que se identifica nesta energia, vibrante no chacra umbilical que é um dos principais chacras de nosso corpo, trás consiso a Força, Disciplina, e Impulsividade.
(Pronuncia-se: iámacá)
Obaluaye - Yorima - Yorima quer dizer "O Sábio" ou "Sacerdote", é este o mantra que nos liga ao Orixá Obaluaye, Orixá que vibra pelo chacha sexual, este chacra foi modificado seu entendimento quando chegou seu ensinamento ao ocidente, muitos dizem que se situa perto do Baço mas na verdade ele se situa no orgão sexual, este chacra tráz consigo a energia de Obaluaye e este mantra desperta a Inteligência, Paciência e Retidão. (Pronuncia-se: Iôriman)

Xangô - Uarada - Uarada em sanscrito quer dizer "Fogo", este tráz a força de Xangô, mantra que vibra no chacra do kundallini, chacra que fica no coccix, na base da coluna, é ele que trás nosso fogo vital, nossa energia vital, o mantra tráz para nossa aura a Vitalidade, Alegria e Força. (Pronuncia-se: Uáradá)


Que Oxalá nos abençoe sempre 

Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 20:09
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Mantras Indianos


MANTRAS PARA SHIVA

HARA HARA GURUDEVA,
PARABRAHMA PARAMESHWARA

A PRONÚNCIARARA RARA, GURU-DEVA, PARA-BRAHMA PARA-MESH-UARA

O SIGNIFICADOUm mantra para atingir a purificação e descobrir a Unidade de Deus em todas as coisas.
HARA -  Chakra da Alma – Ômega – Quem Recebe
GURU – Dissipador das Trevas
DEVA – Divino
PARABRAHMA – A Totalidade de Brahma, a 1ª manifestação de Brahman ou IshwaraParameshvara – O Senhor do Universo – o Deus Supremo
Literalmente – Recebemos, recebemos, o divino dissipador das trevas (Shiva) aquele que é a totalidade de Brahma, a totalidade do Senhor do Universo.

OM NAMAH SHIVAYA
 A PRONÚNCIA
OM NAMÁ CHIVÁIA
O SIGNIFICADOEste é o Grande Mantra da Salvação e Significa :
“Eu invoco/ confio/ honro e me curvo à luz do Senhor Shiva”
"OM NAMAH SHIVAYA" É um mantra é composto fisicamente de sílabas soadas de forma a influenciar o sistema humano, vibra afetando a matéria física, emocional e mental. Em determinado sentido cada palavra é um mantra. A palavra é muito poderosa, todo momento estamos presenciando isto em nosso dia a dia ao utilizamos palavras para obtermos o que desejamos (e o que não desejamos).
Os poderosos mantras que chegaram aos tempos atuais, pelo caminho da tradição védica, ou foram divinamente revelados, ou foram ouvidos pelos rishis e yogis de tempos imemoriais, quando se encontravam em estados trancendentais de consciência.
Conforme os vedas o mantra Om Namah Shivaya é o corpo do Senhor Nataraja, o Dançarino Cósmico. É o lar de Shiva.
"Namah" significa prostrações, "Shivaya Namah" significa: eu me prostro ante o Senhor Shiva (a alma é o servo de Shiva). "Shiva" representa a alma universal, "Aya" denota a identidade entre a alma individual e a alma universal. As cinco letras de "Namah Shivaya" significam as cinco ações do Senhor: criação, preservação, destruição, o ato de ocultar e a benção; significam também os cinco elementos e toda a criação através da combinação deles. "Na" denota o poder oculto do Senhor que faz a alma se mover pelo mundo, "Mah" é a amarra que prende a alma na roda das vidas e mortes. "Shi" é o símbolo do Senhor Shiva, "Va" é a Sua graça e "Ya" é a alma individual. Se a alma se enreda em "Na" e "Mah" ela ronda interminavelmente pelo mundano, se ela se associa com "Va" ela vai em direção a Shiva. "Namah Shivaya" forma o corpo do Senhor Shiva e o mantra propicia que "eu me refugie no corpo do Senhor Shiva"’.
Om Namah Shivaya é parte central e a mais importante de um antiqüíssimo mantra: o mantra original que precedeu a criação. Babaji disse que quando Jagadamba, a energia primeva apareceu, foi este o som que primeiro surgiu em seus lábios."
OM NAMAH SHIVAYA, o maha mantra de Shiva, foi o principal mantra utilizado por Haidakhand Bhole Baba, faz parte do centro nevrálgico de seu ensinamento. Babaji enaltecia seu poder de purificação, iluminação, imortalidade e redenção, ensinava sobre seu indescritível poder para destruir obstáculos, criar alegria e felicidade e formar uma ponte de ligação com Shiva. Dizia que seu poder era maior que o de uma bomba atômica. Recomendava sua repetição constante durante a meditação, o trabalho, o descanso e até mesmo durante sono e os sonhos.
Babaji ensinava que se as pessoas repetissem constantemente o nome do Deus da crença de cada um, a vida dos homens e todos os seres do planeta poderia ser reconduzida para um padrão mais saudável e eventualmente poderíamos esperar um futuro menos negro do que este que a humanidade atual está gerando. São milhares os depoimentos de pessoas relatando os efeitos extraordinários provocados pelo uso constante deste mantra.
"O mantra, a deidade do mantra, o guru e você mesmo são todos um só. Repita o mantra com esta certeza". Shree Swami 108 Fakira Nand


Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

Mantras Indianos


MANTRAS PARA SHIVA

HARA HARA GURUDEVA,
PARABRAHMA PARAMESHWARA

A PRONÚNCIARARA RARA, GURU-DEVA, PARA-BRAHMA PARA-MESH-UARA

O SIGNIFICADOUm mantra para atingir a purificação e descobrir a Unidade de Deus em todas as coisas.
HARA -  Chakra da Alma – Ômega – Quem Recebe
GURU – Dissipador das Trevas
DEVA – Divino
PARABRAHMA – A Totalidade de Brahma, a 1ª manifestação de Brahman ou IshwaraParameshvara – O Senhor do Universo – o Deus Supremo
Literalmente – Recebemos, recebemos, o divino dissipador das trevas (Shiva) aquele que é a totalidade de Brahma, a totalidade do Senhor do Universo.

OM NAMAH SHIVAYA
 A PRONÚNCIA
OM NAMÁ CHIVÁIA
O SIGNIFICADOEste é o Grande Mantra da Salvação e Significa :
“Eu invoco/ confio/ honro e me curvo à luz do Senhor Shiva”
"OM NAMAH SHIVAYA" É um mantra é composto fisicamente de sílabas soadas de forma a influenciar o sistema humano, vibra afetando a matéria física, emocional e mental. Em determinado sentido cada palavra é um mantra. A palavra é muito poderosa, todo momento estamos presenciando isto em nosso dia a dia ao utilizamos palavras para obtermos o que desejamos (e o que não desejamos).
Os poderosos mantras que chegaram aos tempos atuais, pelo caminho da tradição védica, ou foram divinamente revelados, ou foram ouvidos pelos rishis e yogis de tempos imemoriais, quando se encontravam em estados trancendentais de consciência.
Conforme os vedas o mantra Om Namah Shivaya é o corpo do Senhor Nataraja, o Dançarino Cósmico. É o lar de Shiva.
"Namah" significa prostrações, "Shivaya Namah" significa: eu me prostro ante o Senhor Shiva (a alma é o servo de Shiva). "Shiva" representa a alma universal, "Aya" denota a identidade entre a alma individual e a alma universal. As cinco letras de "Namah Shivaya" significam as cinco ações do Senhor: criação, preservação, destruição, o ato de ocultar e a benção; significam também os cinco elementos e toda a criação através da combinação deles. "Na" denota o poder oculto do Senhor que faz a alma se mover pelo mundo, "Mah" é a amarra que prende a alma na roda das vidas e mortes. "Shi" é o símbolo do Senhor Shiva, "Va" é a Sua graça e "Ya" é a alma individual. Se a alma se enreda em "Na" e "Mah" ela ronda interminavelmente pelo mundano, se ela se associa com "Va" ela vai em direção a Shiva. "Namah Shivaya" forma o corpo do Senhor Shiva e o mantra propicia que "eu me refugie no corpo do Senhor Shiva"’.
Om Namah Shivaya é parte central e a mais importante de um antiqüíssimo mantra: o mantra original que precedeu a criação. Babaji disse que quando Jagadamba, a energia primeva apareceu, foi este o som que primeiro surgiu em seus lábios."
OM NAMAH SHIVAYA, o maha mantra de Shiva, foi o principal mantra utilizado por Haidakhand Bhole Baba, faz parte do centro nevrálgico de seu ensinamento. Babaji enaltecia seu poder de purificação, iluminação, imortalidade e redenção, ensinava sobre seu indescritível poder para destruir obstáculos, criar alegria e felicidade e formar uma ponte de ligação com Shiva. Dizia que seu poder era maior que o de uma bomba atômica. Recomendava sua repetição constante durante a meditação, o trabalho, o descanso e até mesmo durante sono e os sonhos.
Babaji ensinava que se as pessoas repetissem constantemente o nome do Deus da crença de cada um, a vida dos homens e todos os seres do planeta poderia ser reconduzida para um padrão mais saudável e eventualmente poderíamos esperar um futuro menos negro do que este que a humanidade atual está gerando. São milhares os depoimentos de pessoas relatando os efeitos extraordinários provocados pelo uso constante deste mantra.
"O mantra, a deidade do mantra, o guru e você mesmo são todos um só. Repita o mantra com esta certeza". Shree Swami 108 Fakira Nand


Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

Mantras Indianos


MANTRAS PARA SHIVA

HARA HARA GURUDEVA,
PARABRAHMA PARAMESHWARA

A PRONÚNCIARARA RARA, GURU-DEVA, PARA-BRAHMA PARA-MESH-UARA

O SIGNIFICADOUm mantra para atingir a purificação e descobrir a Unidade de Deus em todas as coisas.
HARA -  Chakra da Alma – Ômega – Quem Recebe
GURU – Dissipador das Trevas
DEVA – Divino
PARABRAHMA – A Totalidade de Brahma, a 1ª manifestação de Brahman ou IshwaraParameshvara – O Senhor do Universo – o Deus Supremo
Literalmente – Recebemos, recebemos, o divino dissipador das trevas (Shiva) aquele que é a totalidade de Brahma, a totalidade do Senhor do Universo.

OM NAMAH SHIVAYA
 A PRONÚNCIA
OM NAMÁ CHIVÁIA
O SIGNIFICADOEste é o Grande Mantra da Salvação e Significa :
“Eu invoco/ confio/ honro e me curvo à luz do Senhor Shiva”
"OM NAMAH SHIVAYA" É um mantra é composto fisicamente de sílabas soadas de forma a influenciar o sistema humano, vibra afetando a matéria física, emocional e mental. Em determinado sentido cada palavra é um mantra. A palavra é muito poderosa, todo momento estamos presenciando isto em nosso dia a dia ao utilizamos palavras para obtermos o que desejamos (e o que não desejamos).
Os poderosos mantras que chegaram aos tempos atuais, pelo caminho da tradição védica, ou foram divinamente revelados, ou foram ouvidos pelos rishis e yogis de tempos imemoriais, quando se encontravam em estados trancendentais de consciência.
Conforme os vedas o mantra Om Namah Shivaya é o corpo do Senhor Nataraja, o Dançarino Cósmico. É o lar de Shiva.
"Namah" significa prostrações, "Shivaya Namah" significa: eu me prostro ante o Senhor Shiva (a alma é o servo de Shiva). "Shiva" representa a alma universal, "Aya" denota a identidade entre a alma individual e a alma universal. As cinco letras de "Namah Shivaya" significam as cinco ações do Senhor: criação, preservação, destruição, o ato de ocultar e a benção; significam também os cinco elementos e toda a criação através da combinação deles. "Na" denota o poder oculto do Senhor que faz a alma se mover pelo mundo, "Mah" é a amarra que prende a alma na roda das vidas e mortes. "Shi" é o símbolo do Senhor Shiva, "Va" é a Sua graça e "Ya" é a alma individual. Se a alma se enreda em "Na" e "Mah" ela ronda interminavelmente pelo mundano, se ela se associa com "Va" ela vai em direção a Shiva. "Namah Shivaya" forma o corpo do Senhor Shiva e o mantra propicia que "eu me refugie no corpo do Senhor Shiva"’.
Om Namah Shivaya é parte central e a mais importante de um antiqüíssimo mantra: o mantra original que precedeu a criação. Babaji disse que quando Jagadamba, a energia primeva apareceu, foi este o som que primeiro surgiu em seus lábios."
OM NAMAH SHIVAYA, o maha mantra de Shiva, foi o principal mantra utilizado por Haidakhand Bhole Baba, faz parte do centro nevrálgico de seu ensinamento. Babaji enaltecia seu poder de purificação, iluminação, imortalidade e redenção, ensinava sobre seu indescritível poder para destruir obstáculos, criar alegria e felicidade e formar uma ponte de ligação com Shiva. Dizia que seu poder era maior que o de uma bomba atômica. Recomendava sua repetição constante durante a meditação, o trabalho, o descanso e até mesmo durante sono e os sonhos.
Babaji ensinava que se as pessoas repetissem constantemente o nome do Deus da crença de cada um, a vida dos homens e todos os seres do planeta poderia ser reconduzida para um padrão mais saudável e eventualmente poderíamos esperar um futuro menos negro do que este que a humanidade atual está gerando. São milhares os depoimentos de pessoas relatando os efeitos extraordinários provocados pelo uso constante deste mantra.
"O mantra, a deidade do mantra, o guru e você mesmo são todos um só. Repita o mantra com esta certeza". Shree Swami 108 Fakira Nand


Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

Mantras Indianos


MANTRAS PARA SHIVA

HARA HARA GURUDEVA,
PARABRAHMA PARAMESHWARA

A PRONÚNCIARARA RARA, GURU-DEVA, PARA-BRAHMA PARA-MESH-UARA

O SIGNIFICADOUm mantra para atingir a purificação e descobrir a Unidade de Deus em todas as coisas.
HARA -  Chakra da Alma – Ômega – Quem Recebe
GURU – Dissipador das Trevas
DEVA – Divino
PARABRAHMA – A Totalidade de Brahma, a 1ª manifestação de Brahman ou IshwaraParameshvara – O Senhor do Universo – o Deus Supremo
Literalmente – Recebemos, recebemos, o divino dissipador das trevas (Shiva) aquele que é a totalidade de Brahma, a totalidade do Senhor do Universo.

OM NAMAH SHIVAYA
 A PRONÚNCIA
OM NAMÁ CHIVÁIA
O SIGNIFICADOEste é o Grande Mantra da Salvação e Significa :
“Eu invoco/ confio/ honro e me curvo à luz do Senhor Shiva”
"OM NAMAH SHIVAYA" É um mantra é composto fisicamente de sílabas soadas de forma a influenciar o sistema humano, vibra afetando a matéria física, emocional e mental. Em determinado sentido cada palavra é um mantra. A palavra é muito poderosa, todo momento estamos presenciando isto em nosso dia a dia ao utilizamos palavras para obtermos o que desejamos (e o que não desejamos).
Os poderosos mantras que chegaram aos tempos atuais, pelo caminho da tradição védica, ou foram divinamente revelados, ou foram ouvidos pelos rishis e yogis de tempos imemoriais, quando se encontravam em estados trancendentais de consciência.
Conforme os vedas o mantra Om Namah Shivaya é o corpo do Senhor Nataraja, o Dançarino Cósmico. É o lar de Shiva.
"Namah" significa prostrações, "Shivaya Namah" significa: eu me prostro ante o Senhor Shiva (a alma é o servo de Shiva). "Shiva" representa a alma universal, "Aya" denota a identidade entre a alma individual e a alma universal. As cinco letras de "Namah Shivaya" significam as cinco ações do Senhor: criação, preservação, destruição, o ato de ocultar e a benção; significam também os cinco elementos e toda a criação através da combinação deles. "Na" denota o poder oculto do Senhor que faz a alma se mover pelo mundo, "Mah" é a amarra que prende a alma na roda das vidas e mortes. "Shi" é o símbolo do Senhor Shiva, "Va" é a Sua graça e "Ya" é a alma individual. Se a alma se enreda em "Na" e "Mah" ela ronda interminavelmente pelo mundano, se ela se associa com "Va" ela vai em direção a Shiva. "Namah Shivaya" forma o corpo do Senhor Shiva e o mantra propicia que "eu me refugie no corpo do Senhor Shiva"’.
Om Namah Shivaya é parte central e a mais importante de um antiqüíssimo mantra: o mantra original que precedeu a criação. Babaji disse que quando Jagadamba, a energia primeva apareceu, foi este o som que primeiro surgiu em seus lábios."
OM NAMAH SHIVAYA, o maha mantra de Shiva, foi o principal mantra utilizado por Haidakhand Bhole Baba, faz parte do centro nevrálgico de seu ensinamento. Babaji enaltecia seu poder de purificação, iluminação, imortalidade e redenção, ensinava sobre seu indescritível poder para destruir obstáculos, criar alegria e felicidade e formar uma ponte de ligação com Shiva. Dizia que seu poder era maior que o de uma bomba atômica. Recomendava sua repetição constante durante a meditação, o trabalho, o descanso e até mesmo durante sono e os sonhos.
Babaji ensinava que se as pessoas repetissem constantemente o nome do Deus da crença de cada um, a vida dos homens e todos os seres do planeta poderia ser reconduzida para um padrão mais saudável e eventualmente poderíamos esperar um futuro menos negro do que este que a humanidade atual está gerando. São milhares os depoimentos de pessoas relatando os efeitos extraordinários provocados pelo uso constante deste mantra.
"O mantra, a deidade do mantra, o guru e você mesmo são todos um só. Repita o mantra com esta certeza". Shree Swami 108 Fakira Nand


Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 16:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras de Umbanda Templo...

. Mantras Indianos

. Mantras Indianos

. Mantras Indianos

. Mantras Indianos

.arquivos

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds