Terça-feira, 21 de Junho de 2011

Perdoa Pai Oxalá



Iluminado sou vós meu pai, que seria de mim sem a sua luz?
Podes até soprar a vida quando a criança é gerada pela mãe.


Que luz pequeninha que vem do seu olhar é luz clara como a onda do mar.
falar devagar e aos poucos sorrir entre suas palavras, sentir o cheiro do campo
Deliciar os aromas da natureza, molhar os pés no rio que corre sem parar.


Nascer filho, padecer como pai e morrer como se nada acontecera com você
Querer mudar o mundo, professor de almas perdidas, incompreendido por muitos
Seu quadro não era negro, era verde pois nos campos era sua escola


Mestre do carinho, sua matemática era quantos podiam ser felizes
Sua geografia era o mundo todo, e quanto mundo poderia percorrer


Profeta e professor, alunos e aprendizes, a mudança que nunca começou
Seus livros foram escritos mas poucos se formaram, escrevia certo, e por 
linhas tortas muitos entendiam de outros ângulos, sua língua era universal
Professor de vida e almas queria um mundo melhor, mas sacrificou o seu


Seu magistério era de poucos alunos 12 por um todo, mas serviriam para
doutrinar mais doze, e por cada um doze se formariam, mas o número se
esgotou, a escola foi esquecida, as paredes ficaram feias, e os alunos sumiram


Na parede ainda esta o prego, não aquele da cruz, mas sim aquele que servira
para você pendurar o diploma, ficara amarelado pelo tempo, talvez o objetivo já 
esteja cumprido, mas se não temos nosso mestre messias, como vamos nos doutorar?


Como tolos somos: temos um livro que ele nos deixou, nele esta escrito tudo aquilo que
devemos seguir, já nos formamos, e não podemos parar, o servo virou professor e 
sacerdotes temos que continuar, continuar o que o Pai nos ensinou e novos rebanhos
vamos formar.



Senhor como um Médium emprestaste seu corpo físico não a uma entidade e sim para todos nós, sentimos a sua dor por milhares de anos e ainda não foi compreendida por muitos.


Na Umbanda damos nossos corpos para Médicos de Almas, na vida somos servos
do senhor, na Gira somos o produto do amor do senhor Deus, e como seu filho 
com guias de cristal no pescoço, ajoelhamos e pedimos perdão também, como outros 
que louvam em pianos e cordas nosso barril com couro soa nos corações, nas cabanas 
e tendas louvamos o bem e o amor, igual a todos que procuram a bondade.


Trocamos nosso tempo dado as entidades junto com nossos corpos físicos em troca 
de alimentos, não para nós médiuns e sim para saciar a fome dos mais necessitados. 


Podemos ser excluídos por todos, podemos ser mal interpretados, podemos ser julgados ainda na terra, mas não temos medo, pois  nosso Pai Oxalá sabe de tudo e nada acontece sem sua permissão, e mais uma chance será dada a aqueles que maltratarem seus irmãos, e um dia serão aceitos por médiuns que lhes estenderam aos mão, puxaram um banquinho, lhe darão um cachimbo para poder praticar o bem novamente na terra no corpo de outra pessoa. 


Perdoa meu Pai Oxalá, pois somos todos irmãos.


Que a Divina Luz esteja entre nós 
Poema de Emidio de Ogum 
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:20
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Filhos de Ogum em 2015

. Oração para Ogum regente ...

. Simpatias para o ano novo...

. Tatuagem de caveira

. Previsões para 2015 Orixá...

. Tata Caveira

. Pai Nosso em Aramaico

. Água e a espiritualidade ...

. Oya Tempo

. Linha do Oriente na Umban...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds