Quinta-feira, 4 de Março de 2010

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

Krishna saiba um pouco sobre ele


KRISHNA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Pois bem irmãos, chega o mês de março e este mês é inteiro dentro da Quaresma, sendo assim nesta época que é uma amostra do amor de Deus, resolvi postar sobre a "vida" de alguns Messias, isto é, muitas religiões tem como seguidor Deuses com a mesma representação de Jesus Cristo para nós Cristão.

Os egipcíos por exemplo tem o Deus Rá, os hindus Krishna, os gregos tinham Zeus, e tantos e tantos outros. A algumas postagens atrá um irmão comentou que deveia falar sobre Jesus Cristo, assunto que o Blog nunca debateu neste dois anos, respondi que este assunto é complexo e polêmico porém estou juntando material para fazer uma postagem especial sobre "Jesus Cristo". Esta postagem será feita no Domingo de Páscoa.

A primeira postagem sobre esta séie de postagens dos "Oxalás" será sobre o Deus Krishna, segue abaixo um texto.

De acordo com a tradição Hindu, Krishna (कृष्ण em Devanagari) é o oitavo avatar de Vishnu.
É citado no Mahabharata, mais exatamente no Bhagavad Gita, e é considerado, segundo o Movimento Hare Krishna (ISKCON), a Suprema Personalidade (Deus), sendo assim, a origem de todas as encarnações seguintes.
Krishna e as histórias aparecem nas diversas tradições filosóficas e teológicas hindu. Embora, algumas vezes diferentes nos detalhes, ou até mesmo contradizendo as características de uma tradição particular, alguns aspectos básicos são compartilhados por todas elas. Estes incluem uma encarnação divina, uma infância e uma juventude pastoral e a vida como um guerreiro e professor. A imensa popularidade de Krishna fez com que várias religiões não-hindus que se originaram na Índia tivessem as próprias versões dele.
O Mahabharata (Udyogaparva 71.4), analisa a palavra 'Krishna' da seguinte maneira
krishir bhu-vacakah sabdo nas ca nirvriti-vacakah
tayor aikyam param brahma krishna ity abhidhiyate
(Tradução) - A palavra 'krish' é a característica atrativa da existência divina, e 'na' significa 'prazer espiritual.' Quando o verbo 'krish' é adicionado ao 'na', ele se torna 'krishna', que significa Verdade Absoluta.
 De acordo com a maioria dos dicionários, a palavra Krishna significa 'negro' ou 'escuro' em sânscrito. Relaciona-se com palavras parecidas em outros idiomas indo-europeus. Às vezes se traduz como 'O Senhor Escuro' ou 'o de pele escura'. Pode significar também 'Todo atrativo'.
Ele é conhecido por vários outros nomes e títulos e a tradição Gaudiya tem uma lista com 108 nomes.
Krishna era da família real de Mathura - capital de um conjunto de três clãs: Vrishni, Andhaka e Bhoja - e o oitavo filho da princesa Devaki e o marido Vasudeva, um nobre da corte. No dia do casamento, como é de costume na tradição védica, o primo mais velho, Kamsa, ficou encarregado de conduzir Devaki e o esposo até a nova casa do jovem casal.
O rei Kamsa subiu ao trono após mandar prender o próprio pai, Ugrasena (rei da dinastia Bhoja). Kamsa é tido como um grande demônio, que pertencia à classe dosKshatriyas (guerreiros), mas que, de algum modo, havia se desviado do Dharma universal.
No caminho que conduzia os noivos até a nova casa, Kamsa escutou uma voz que dizia que o oitavo filho de Devaki iria levá-lo à morte. Imediatamente fez menção de matar Devaki, mas Vasudeva implorou pela vida da esposa, prometendo que cada filho que nascesse, seria levado à presença de Kamsa.
Receoso, mandou prender Vasudeva e a esposa no porão do castelo, sendo vigiados dia e noite por guardas. Cada filho do casal que nascia era morto por Kamsa, que mesmo sabendo que a profecia se cumpriria apenas no oitavo filho, não tinha piedade de nenhum e matava a todos.
Kamsa havia sido alertado por Narada Muni que em breve Vishnu nasceria na família de Vasudeva. Soube também, através deste sábio, que em uma encarnação anterior, Kamsa havia sido um demônio chamado Kalanemi que tinha sido morto por Vishnu.
Conta a tradição védica que Kamsa, temendo que Vishnu nascesse em qualquer uma das famílias do reino, mandou matar todos os meninos com até dois anos de idade, a fim de evitar o cumprimento da profecia.
E foi então que o oitavo filho de Devaki nasceu - Bhagavan Sri Krishna. O local do nascimento é conhecido atualmente como Krishnajanmabhoomi, onde um templo foi erguido em honra, no nosso calendário este dia seria 25 de Dezembro. Como a vida corria risco na prisão, foi tirado da prisão e entregue aos pais adotivos Yashoda e Nanda em Gokula.
Krishna, então um jovem homem, retorna para Mathura, acaba com o governo de Kamsa, e institui o pai, Vasudeva, que havia sido aprisionado por Kamsa, como rei de Yadavas. Em seguida declarou a si mesmo príncipe da corte. Neste período iniciou a amizade com Arjuna e outros príncipes de Pandava do reino de Kuru. Casou-se com Rukmini, filha do rei Bishmaka de Vidarbha. Ele também teve outras sete esposas, incluindo Satyabhama e Jambavati.
Krishna havia se retirado para a floresta e estava em meditação embaixo de uma árvore, quando um caçador, na penumbra da floresta, o confunde com um antílope e o fere na planta do pé. Mesmo ferido de morte, aceita-a com grande serenidade.
No Bhagavad Gita ele diz:
jatasya hi dhruvo mrtyur
dhruvam janma mrtasya ca
tasmad apariharye 'rthe
na tvam socitum arhasiÇ
(Tradução) - Inevitável é a morte para os que nascem; todo o morrer é um nascer – pelo que, não deves entristecer-te por causa do inevitável.

O autor, Kersey Graves (1813-1833), um Quaker de Indiana, comparou as vidas de Yeshua(Jesus) e Krishna. ele encontrou 346 elementos comuns entres os escritos Cristãos e Hindus. Alguns dos eventos selecionados sâo:

Tanto Jesus quando Krishna foram chamados de Deus e de Filho de Deus.
Ambos foram mandados do céu à terra na forma de um homem
Ambos foram chamados de Salvador, e a segunda pessoa da trindade.
Suas mães forma virgens santas, e tinham nomes parecidos: Maria e Maia. Seu pai humano adotivo era um carpinteiro.
Um espírito era seu pai verdadeiro.
Krishna e Jesus tinham ascendencia real.
Ambos foram visitados ao nascer por homens sábios e pastores, guiados por uma estrela
Um anjo avisou que o ditador local planejava matar o bebe e assinou um decreto para seu assassínio. Os pais fugiram. Maria e José ficaram em Muturea; os pais de Krishna ficaram em Madura.
Yeshua e Krishna se retiraram ao deserto quando adultos, e jejuaram.
Ambos foram identificados como "a semente da mulher esmagando a cabeça da serpente."
Jesus foi chamado de "o leão da tribo de Judá." Kishna foi chamado de "o leão da tribo de Saki."
Ambos declararam: "Eu sou a Ressureição."
Ambos diziam sobre si mesmos, que tinham existindo antes de seu nascimento na Terra.
Ambos eram "sem pecado".
Ambos eram deus-homem: considerados tanto como homens, como divinos.
Ambos foram considerados oniscientes, onipotentes, e onipresentes.
Ambo fizeram vários milagres, incluindo a cura de doentes. Um dos primeiros milagres executados por ambos foi a cura de um leproso. Cada um curou "todos os tipos de doenças."
Ambos expulsaram demonios de possessos, e levantaram mortos.
Ambos escolherarm discípulos para divulgar seus ensinamentos.
Ambos eram humildes, e misericordiosos. Ambos foram criticados por se associarem a pecadores.
Ambos encontraram uma mulher pagã num poço.
Ambos celebraram uma última ceita. Ambos perdoaram seus inimigos.
Ambos desceram ao Inferno, e depois ressuscitaram. Muitas pessoa testemunharam suas asce
Em seu livro, Graves declara que tanto Yeshua quanto Krishna foram crucificandos entre dois ladrões, com a idade aproximada de 30 a 36 anos por "mãos perversas." Contudo, isso pode ter sido apenas um desejo do autor. A "descrição ortodoxa comum da morte de Krishna relata que ele foi atingido no pé por uma flecha, debaixo de uma árvore." Mas o autor Jacolliot, referindo-se ao "Bhagavad-Gita e as tradições Brahmanes", diz que o corpo de Krishna "foi suspenso nos galhos de uma árvore por seu assassino, para que ele se tornasse presa dos abutres... (Posteriormente) a forma mortal do Redentor desapareceu.
Que Oxalá nos abençoes sempre


Autor Leo Del Pezzo

Axé a todos Irmãos de Fé
Emidio de Ogum
http://espadadeogum.blogspot.com
tags:
publicado por espadadeogum às 22:06
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Krishna saiba um pouco so...

. Krishna saiba um pouco so...

. Krishna saiba um pouco so...

. Krishna saiba um pouco so...

. Krishna saiba um pouco so...

. Krishna saiba um pouco so...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds